o Lixo que fertiliza


Há tempos venho sondando livros que falam de como superarmos crises, doenças, etc e tal.

Alguns são os famosos livros de autoajuda. Como sou da área de Letras, sei que para muitos profissionais desta área (amigos meus), o termo “livros de autoajuda” soa como antiliterário, e para alguns, mais enfáticos e rudes, chegam a denominá-los de antilivros ou até mesmo lixo.

Mas voltemos aos livros de autoajuda.
Gosto deles. De alguns deles.
Em um deles encontrei a sugestão de limparmos nosso altar (alma, essência).

Ótimo. Gostei da dica.
Limpar... Sim, limpar a sujeira que você mesma fez na sua vida.
Limpar os sentimentos ruins, ilusórios, etc e tal.

Bom...

E por que todo o lixo é algum ruim?
Não há o lixo que vira adubo?
O lixo orgânico que tantos falam?
Podemos ter gerado esse lixo orgânico em nós mesmos?

Podemos.

E esse não é para limpar, porque ele não de todo ruim. Muito pelo contrário, transmutando-o de maneira correta, ele vai sim fertilizar o solo da Alma. Ele nos fortalece.

Hoje conversando com minha terapeuta, enquanto eu derramava os meus sentimentos de culpa e vergonha, ela apenas repetia, “naquele momento você fez o que achava ser o melhor.”

Enquanto as lágrimas caiam, ela apenas pronunciava, “você deu o melhor de si. Amou com intensidade. Se entregou por inteira. Muitas pessoas não conseguem fazer isso na vida, preferem viver na superficialidade por puro medo. Você foi fundo, mergulhou. Saiu machucada? Ok, leve isso como aprendizado, mas jamais como erro e culpa.”

Na verdade, sabemos disso. Mas, às vezes (leia geralmente), precisamos de alguém para nos lembrar de nós mesmos.

Erro e culpa realmente são lixos que devemos limpar.

Entrega excessiva e amar o outro antes de amar a você mesmo são sentimentos que precisam ser ajustados, são “lixos” orgânicos que fazem parte da essência e que, bem aplicados, irão fortalecer e adubar o corpo e a Alma.

Esse é o equilíbrio, o caminho do meio, o começar de onde você está.

É o respeitar o seu lixo, a sua sombra, a sua lama, o seu pântano.

E tudo mais é Luz em você.



Beijos perecíveis



Obras produzidas pelo magnífico projeto do artista Vik Muniz com os catadores de recicláveis do Jardim Gramacho (Lixão), no Rio de Janeiro. Clique aqui para ver o documentário completo  Lixo Extraordinário deste significativo trabalho.



Dia do Folclore Brasileiro

Dia 22  de agosto

Porque a vida é para ser assim..... encantada

Folclore da Ilha de Santa Catarina - Brasil


A influência da Lua

Fases e Faces nossas...
Excelente texto sobre a Influência da Lua em nossas vidas.


 
 
Cada fase da Lua manifesta um tipo de energia  própria, o conhecimento de suas características pode nos ajudar a sintonizar com sua força e usufruir de seus benefícios. O efeito mais conhecido do ciclo das fases, é provocado pela evolução da gravitação conjunta da Lua e do Sol, que se expressa em vários fenômenos na Terra, tais como as marés do mar e das emoções.

LUA NOVA

Quando a Lua é nova dizemos que ela está em conjunção com o SolA Lua está na fase Nova, é o início do ciclo, quando a lua está alinhada entre o Sol e a Terra.  Nessa ocasião os raios solares atingem a Lua “por trás” e, na Terra, nada vemos (exceto quanto acontece o eclipse solar). Nesse dia a Lua nasce e se põe junto ao Sol. É indicada para rituais de início de algo novo ou mudanças em sua vida.
As pessoas tendem a recolher-se, tanto física com psicologicamente. Não há tanta energia para despender. Apesar de ser uma fase de introspecção, a Lua Nova, representa o período mais fértil para se dar início à tudo o que for novo em nossa vida.Podem ser situações, projetos, idéias, tentativas, etc.É aconselhável  dar preferência à situações que não tenham antecedentes.Ou seja, que estejam surgindo agora.Temos que tentar e arriscar.Ideal para experimentarmos formas diferentes de fazermos as coisas.
Uma dieta, um exercício, mudar de estilo,mudar de residência,  tentar um comportamento novo, ou um propósito.Podemos, dessa forma, reinaugurar tudo outra vez. Temos novamente outra chance.Qualquer coisa deve ser plantada aqui. Nem tudo florescerá, mas este é o período mais fértil para isso.Todas as possibilidades estão presentes.O que projetarmos nesta época, seja um pensamento, ou palavras, ou planos, terá mais chance de serem concretizados.

Trabalho e Finanças
  • Ótimo para trabalhos onde possamos ter maior autonomia e liberdade
  • Tome iniciativas e lide com qualquer negócio como se fosse seu
  • Nada começado aqui terá um resultado imediato, mas é o melhor momento para iniciar negócios mais complexos, que vão se desenvolvendo aos poucos e crescendo ao longo do tempo
  • Ótimo para iniciar poupanças e fazer aquisições
  • Se alguém está lhe devendo dinheiro, ou alguma outra coisa, esta fase é boa para você cobrar a dívida
  • Ideal para se fazer planos com o dinheiro
Saúde e Beleza
  • Desaconselhável para cirurgias;
  • Não se deve fazê-las cinco dias antes e cinco dias após a entrada da Lua Nova, devido à característica de ocultamento desta Lua;
  • Favorável para dietas para ganhar peso;
  • Se puder evite exames e check-up durante esta fase lunar. Falta clareza nos diagnósticos;
  • Corte de cabelo acelera o crescimento;
  • Mudar de visual;
  • Fazer algo nunca feito antes na sua aparência, por exemplo, uma cauterização no cabelo ou mudar a cor…fica ótimo!
  • Iniciar tratamento de beleza.
Relacionamentos
  • Tente coisas novas uma mudança de tática ou de atitude trará ótimos resultados;
  • Relações já existentes e que sejam estáveis, podem ganhar novo impulso e frescor;
  • Iniciar um relacionamento nesta fase, não indica durabilidade.Mas , servirá para afirmação do ego. Também, pode haver pouca clareza a respeito das possibilidades reais da relação.

LUA CRESCENTE

Cerca de sete dias e meio depois a Lua desloca-se 90° em relação ao Sol (direção Leste) entrando em quadratura (ângulo de 90 graus, vórtice em relação à Terra) ou primeiro quarto. É a fase quarto-crescente. A cada dia, a luminosidade lunar aumenta, e sua face torna-se mais visível. Ideal para rituais para dar continuidade e crescimento.
Esta fase Lunar representa uma desarmonia de qualidades.Temos que lutar para que nossos projetos e intenções venham a vingar.Começam a surgir obstáculos e é hora de serem enfrentados em prol de nossas realizações.Não é hora de desistir nem desaquecer.É um período de bastante movimento, em que as coisas se aceleram, mas ainda não ganharam forma.Ainda há tempo de fazermos mudanças necessárias ou de corrigir algumas abordagens.Porém, nem tudo vingará. O padrão que predominar na Lua Crescente é o que irá progredir durante todo ciclo lunar. É preciso, então, prestar bastante atenção à natureza deste padrão; se for positivo (crescimento do sucesso), se for negativo (crescimento dos obstáculos).

Trabalho e Finanças
  • Bom para começar trabalhos novos;
  • Se temos uma idéia ou um plano suficientemente elaborados, este é o momento de executá-los e testar a sua viabilidade;
  • Para ter maior sucesso nos empreendimentos, acelere o ritmo do trabalho;
  • Concentrar e focar esforços. Não quebrar o ritmo;
  • Aquisições e compra de imóveis são beneficiadas;
  • Ideal para se abrir poupança, iniciar investimentos, cobrar dívidas, pedir aumento e começar um novo trabalho.
  • Não corte a grama do seu jardim, ela crescerá mais rápido se o fizer.
Saúde e Beleza
  • Favorável a dietas para ganhar peso e tratamentos para se elevar taxas de deficiências no organismo;
  • Ideal para cirurgias pois há melhor cicatrização;
  • Fase da Lua particularmente benéfica para fertilidade e gestação;
  • Ideal para os tratamentos de beleza;
  • Indicado para corte de cabelo, onde se deseje um crescimento rápido;
  • Indicado para tratamentos de acupuntura;
  • Bom para eliminar a tintura ou permanente dos cabelos.
Relacionamentos
  • Favorável para os romances;
  • Relacionamentos iniciados aqui tem maiores chances de durar;
  • Bom para conquistas;
  • Favorável para atividades onde se deseje o comparecimento de grande público.

LUA CHEIA

Passados 15 dias da lua nova, dizemos que a Lua está em oposição ao Sol em relação à Terra ( a Lua, a Terra e o Sol estão alinhados). Assim toda a parte da Lua iluminada pelo Sol dá para ser vista (ao não ser que aconteça eclipse lunar).Dois dias antes da Lua chegar a sua fase cheia, é possível ver a lua nascendo quando o Sol está por se pondo. Assim como até dois dias depois, é possível ver o Sol nascer com a Lua se pondo no Oeste. Vale a pena verificar. Fase indicada para rituais que confirmam o desejado, que aumente…
Esta Lua torna as pessoas mais sensíveis e inquietas. Mexe muito com o estado emocional geral e altera o humor. É também conhecida como a fase das realizações e transbordamentos, para melhor ou para pior.Se durante a Lua Crescente tivermos conseguido cumprir as etapas de crescimento e resolvido todo os entraves a tempo, teremos a sua culminância aqui. Do contrário, poderemos sentir frustração. Os nossos planejamentos atingiram o nível máximo de potencialidade. Nesta fase ficamos mais receptivos e mais ligados ao nosso inconsciente. As emoções e as sensações se aguçam, sob o efeito desta Lua e os relacionamentos podem ficar preocupantes, por conta de uma obsessão.É bem mais difícil manter o equilíbrio. Convém, dessa forma, procurar manter a calma. Especialmente indicado para pedidos ao Cosmos e prática de poder mágico. Cuidado com o que diz, pois nada ficará em segredo ou a salvo de muitos comentários. Bom para mudar de emprego ou de residência.

Trabalho e Finanças
  • Atividades de comércio em alta;
  • Nesta fase Lunar, não é aconselhável trabalhar só. Tudo ficará mais pleno se você se juntar aos outros;
  • Bom para dar inicio a construções civis e lançamentos imobiliários;
  • Ótimo para se concluir um negócio, poupança ou investimento;
  • Desaconselhável para se fazer empréstimos, prestações ou dívidas;
  • Bom momento para atrair público.
Saúde e Beleza
  • Não faça cirurgia sob a Lua Cheia. Há maior risco de hemorragia;
  • Não inicie regimes para emagrecer. Nesta fase, eles não trarão o resultado esperado;
  • Não fazer depilação e nem pintar cabelos;
  • Corte o cabelo se quiser que ele encha;
  • Bom para parar de fumar;
  • Esta Lua beneficia hidratação e nutrição da pele.
Relacionamentos
  • Se você está só, é um bom momento para procurar alguém;
  • Se você está tentando se aproximar de alguém, esta é a hora de você se revelar;
  • As diferenças entre parceiros, se evidenciam muito nesta fase Lunar, Se você estiver iniciando um relacionamento agora, fique atento para isto;
  • Numa relação estável, os sentimentos são demonstrados com facilidade, mas conflitos podem emergir;
  • Grande presença de público nas apresentações, shows, exposições, espetáculos, lançamentos, etc;
  • Qualquer atividade que dependa de público está privilegiada. Bares, restaurantes, tudo ficará repleto de gente;
  • Se você tem alguma dificuldade com determinadas pessoas, este não é um bom período para se ter confrontos.

LUA MINGUANTE

Uma nova quadratura surge quando a diferença angular é de 270°. Nesse dia, para o hemisfério Sul o aspecto da Lua é de um semicírculo voltado para o Oeste ( a letra C ao contrário, ou invertida). A Lua nasce então à meia-noite e se põe ao meio-dia. A cada dia, a Lua fica menos visível. Um novo ciclo se inicia, quando a Lua volta a ser invisível e se alinha entre o Sol e a Terra. Indicada para rituais a fim de livrar-se do indesejável.
Esta Lua é ótima para se largar situações insatisfatórias, porque estamos menos atingidos por elas. Tudo perde um pouco a intensidade e a importância.Aproveite esta fase e faça uma introspecção e auto-análise.Não insista em assuntos ou projetos que não vingaram até agora.Aguarde por nova chance na Lua Nova. Ótimo para fazer limpeza doméstica, livrar-se daquilo que não precisa mais. Não dê inicio a nada. Recolha energias e as utilize para terminar coisas e finalizar pendências.

Trabalho e Finanças
  • Revisar textos, cálculos e planejamentos;
  • Não iniciar projetos nem tarefas;
  • Não marque entrevistas;
  • Não inicie um novo emprego ou uma nova atividade;
  • Bom para trabalhos de pesquisa, arquivo ou revisão de papéis;
  • Não inaugure nada;
  • Bom para pegar empréstimos e fazer dívida;
  • Fazer um balanço das despesas e controlar gastos;
  • Favorece a negociação de juros sobre débitos e empréstimos.
  • Ideal para cortar a grama do seu jardim, manterá feita por mais tempo.
Saúde e Beleza
  • Ideal para cortar hábitos ruins e vícios. Bom para iniciar Dietas de emagrecimento e de desintoxicação;
  • Esta é a melhor fase para cirurgia o problema míngua, mas atençaõ, pois na minguante, diminui a força circulatória e de movimento de todos os líquidos do corpo, sangue, plasma, colágeno, linfa, líquido sinovial, etc. Se houver um edema, hematoma ou seroma estes podem demorar mais para sumir;
  • Também são favorecidos os tratamentos dentários;
  • Beneficia tratamentos de rejuvenescimento, cirurgias plásticas, principalmente na Lua Balsâmica (último estágio da Lua Minguante);
  • Se você quer diminuir o volume do cabelo, corte-o aqui;
  • Aconselhável para tingir o cabelo;
  • Bom período para depilação, o crescimento dos pêlos é retardado pela Lua Minguante;
  • Ótimo para limpeza de pele;
  • Corte anti-queda de cabelos para que se fortaleçam;
  • Tratamentos de acupuntura não devem ser feitos agora.
Relacionamentos
  • Se for o caso de você querer se livrar de uma relação desgastada (de qualquer natureza), aproveite este período;
  • Não inicie uma nova relação;
  • Não insista em relação à alguém que esteja lhe evitando.

Texto retirado do site  http://sinasstria.wordpress.com

Beijos Lunares

em Solicitude

Chega um momento em nossas vidas que precisamos ficar sozinhas, em plena quietude. Adiar esse momento só nos causa dor e nos deixa desnorteadas.

Quietude. Solicitude. Paciência.

Olhar para si mesma e não ter medo do que vai ver.

Mudar o que precisa ser mudado. Aceitar o que precisa ser aceito. E o discernimento para saber a diferença entre os dois.

Sabemos que precisamos encerrar um ciclo quando já passamos tempo necessário dentro dele, quando percebemos que as lembranças já estão ficando gastas demais, e que relembrá-las faz com que a dor não queira ir embora.

Nós mulheres estamos acostumadas a um romantismo enraizado por filmes e romances, onde a mulher sempre espera para ser “completada”. As protagonistas sofrem, choram, e a busca sempre termina na recompensa: se casam ou encontram o parceiro “ideal”.

Não estou levantando a bandeira das mulheres solitárias. Sem dúvida, ter um parceiro que nos ame e respeite é um presente, mas isso só vai acontecer quando nós mesmas nos respeitarmos. E, principalmente, quando não tivermos medo de passarmos um tempo sozinhas.

Não é muito fácil desconstruir tudo que nos ensinaram nesses longos séculos. O termo “alma gêmea” me dar arrepios, e confesso que fico indignada com certos livros de auto-ajuda.
Somos seres completos. Não há “metade da laranja” para procurar. Não há nada lá fora que não esteja dentro de nós mesmos.

Na busca de homens e coisas, corremos os riscos de esquecer nossa Essência Divina. E para reativar essa consciência, às vezes, caímos em certos vales da vida. E se resistimos, permaneceremos por um bom tempo nesses vales.

Silêncio.
                Quietude.
                                  Solicitude.

Palavras que gostamos de ler, de ouvir, mas temos uma certa resistência em aceitá-las em nossa vida como um tempo de cura, um necessário tempo de auto-reflexão. Vivemos em um mundo onde os lemas são: “Mantenha-se ocupada”, “Viva a vida”, “Não espere acontecer, faça acontecer!”, “Não perca tempo!” 

No entanto, é preciso quietude. Água parada.

Um velho provérbio africano diz, “você não pode ver o seu reflexo na água corrente”.

É preciso que tudo mais pare completamente na sua vida para que você possa dar uma olhada geral no que você fez ou deixou de fazer.

Eu gosto de chamar essa situação de olhar com “Olhos de Ave de Rapina” .
Aves de rapina têm uma visão maravilhosa, pois é uma visão ampla, de caçadoras. Elas vêem, analisam, miram, focam para só depois atacarem.

É preciso saber quando temos que olhar nossa vida como os olhos da verdade, os olhos do discernimento, no qual despertamos a capacidade de usar essa visão para ter uma percepção profunda e espiritual de nós mesmas.

É tempo de olhar de frente, profundamente.
Sem medo do que vai ver.

É tempo de você!







infinda

Ela fala pouco.
Quando fala, a terra adormece, o vento cessa, o fogo diminui e as águas se findam para ouvi-la.
Não há nada de tão especial nessa mulher, a não ser a maneira com que escuta.
Ela é escutadeira.
Um desavisado pensa ser especial diante desse silêncio.
E ela colhe o feijão com os olhos. Das vezes, ela para...pensa, recolhe palavras para que o destino não as leve.
Toma o cobertor, trança os cabelos e caminha até a ventania dos seus sentimentos... e fica por horas assim.
O tempo não condiz com sua pele. A velhice não cria raízes na sua alma. Tenta, mas não consegue.
Ela sabe quem é. Sabe ser.
Ter e ser são um só verbo.
Sorri gargalhadas histéricas.
                                    
                              Seus olhos são sangue quando confrontada.

Mas no fim, pego em sua mão macia e atravesso nossas ruas.




beijos recebendo "visitas" estranhas

Curandeira

Matéria super interessante d

Referência de vida.

"Eu estudei os livros dos médicos japoneses. Os médicos japoneses são tão diferentes dos nossos médicos, como o dia e a noite."

                                                                         Irmã Eva Michalak




entre águas

(...) é tão distante que me encontro no meio do caminho.
Entre deixar o que ficou e o seguir em frente, existe um vale de águas profundas, um lago inerte; onde nada se mexe, nada se cria.

Onde o tempo descansa, canções são internas, onde os sonhos são mais reais que o acordar.
e esse meu ventanear de sentimentos que vive em mim, dorme enternecido no vale em que me encontro.

O futuro é colheita, não é algo que se anseia falar.  

Enquanto privo do meu caminhar, as Luas assenhoram-se no céu.
                                                      
                                                      Há dias que me provoco o riso.

(...) fico a vigiar a chegada do mar em mim.




Beijos silenciados

Maria, a Força do Sagrado Feminino

No informativo, encontrado à mesinha da Igreja/Santuário Nossa Senhora de Fátima (Florianópolis, Sta Catarina, Brasil), um dos artigos me chamou a atenção. O título era:

MARIA, MÃE E MEMBRO DA IGREJA
No Feminino de Maria, a Igreja vai aprendendo a ser mulher, acolhedora do mistério de Deus



Pausa.

O texto em si não ousou a dizer o que realmente queria dizer, mas o título bastou para mostrar que começaremos a ver uma grande mudança no mundo e de como ele será conduzido de agora em diante.
Não falemos de imediatismo, e nem de velocidade, rapidez e alterações que envolvam uma energia densa e cruel. Não haverá mais espaço para isso, não em nossos corações, de onde toda a paz deve sair. 

É a Teologia da Libertação que tanto Leonardo Boff anunciava e anuncia,

“Uma coisa é dizer Deus-Pai. Nessa palavra ressoam ancestrais arquétipos ligados à ordem, ao poder, à justiça, a um plano divino. A moralidade se estrutura ao redor do bem e do mal, do prêmio e do castigo, do céu e do inferno. Outra coisa é dizer Deus-Mãe. Nessa invocação emergem experiências originárias e desejos arcaicos de aconchego, de útero acolhedor, de misericórdia e de amor incondicional.”

Deus-Mãe reconduz todos os seus filhos e filhas, por mais dispersos que estejam, quais ovelhas ao seu redil. Onde a religião do Pai introduz o inferno, a religião da Mãe faz valer o perdão irrestrito que abre caminho para uma absoluta realização do Reino de todos e para todos. Não sem razão, sentimentos de reconciliação são associados à mãe, enquanto sentimentos de dissociação, ao pai. Isso vale também na experiência com a última e transcendente Realidade.”

E essas palavras tomam vida.

Para quem acompanhou quando o novo Papa Francisco esteve no Brasil e visitou a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, viu algo inusitado, que surpreendeu até os menos atentos.
Papa Francisco emocionado segurou lágrima enquanto fixava-se na pequena imagem, dava para "ouvir" pela televisão o suspiro de alívio depois de vivenciar tanta dor que o mundo passou sem a regência Feminina em igual. Seu olhar foi de quem sabe que chegou o momento aguardado por muitos e que o Brasil foi o guardião de uma das forças mais intensas do Sagrado Feminino, e que será a nação que terá como responsabilidade acolher e difundir o Propósito Maior: o Amor. 

Com toda a energia da Terra se alterando para o estado original de Mãe, após toda a turbulência e excessiva energia yang que governou esse mundo por milênios, chega o momento de não mais só veremos, mas sim também sentiremos, o Feminino nos orientando  para que possamos seguir as Leis do Universo em sua integridade.

É como se estivéssemos sendo acordado de um sono profundo, nos quais vivíamos em sonhos perturbadores, onde o medo é o principal atributo para vivermos nesse mundo ilusório.
Se sentimos medo, não sentimos Amor.

“Ninguém pode servir a dois senhores.” (Mt 6:24)

Tenho esperança que ainda, mesmo eu já uma anciã, a arrastar os meus pés, acariciando ainda mais a Terra, entre em uma Igreja Católica e seja agraciada com uma missa rezada e ordenada por uma Mulher; não como “diácona” ou beata, mas sim como Madre, designada para tal ato de empoderamento.

E mais profundamente, vejo o sinal da cruz, que está dividido em 4 direções, sendo assim rezado:

Em nome da Mãe, do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém


Que as bênçãos da Grande Mãe, Deus Mãe, Mãe Divina se estenda por toda essa Terra.

Que assim seja



 beijos marianos



...Mãe

Derramando amor...

Minha gratidão é toda para a mulher que me recebeu, acolheu e acompanhou toda a minha recente jornada do “Despertar da minha Alma”. Essa mulher divina que me gerou em seu macio ventre e que me ensinou cada palavra que escrevo em meus escritos.

Sem ela, não existiria o “Brumas da Ilha”, não existiria a Bianca escritora, criativa, sonhadora, imaginativa.

Era nela que eu me perdia em contos. Um corpo voluptuoso nutrido de histórias infantis que alterava, modificava tornando a narração cheia de suspense e encantos. E a cada final, um beijo quente, vermelho, cheiroso que me fazia dormir trêmula e segura de tanto amor.

Medo nunca existiu na minha vida. Nunca poderia imaginar um mundo sem amor, tamanho foi o tanto que ela me deu.

Que bênçãos foram as minhas para que eu pudesse ter escolhido essa Mãe perfeita para mim!

Agradeço por ela ter acolhido essa minha escolha.

“Mãe é a personificação de Deus/Deusa na Terra. É o Amor literal da Fonte Divina por nós.”

Agradeço, agradeço, agradeço.

Que assim seja.

SOHA


Feliz dia das Mães


Útero, o tesouro precioso




Temos que admitir. Não damos a devida atenção ao nosso útero.

Cuidamos da alimentação, da nossa digestão, da pele, das unhas, dos pés, das rugas, etc.

Cuidamos para que nossos seios não “caiam”, em enrijecer as pernas, em “levantar” o bumbum,  em manter os cabelos brilhantes.

Sim. Cuidamos da mente, coração, alma, dos nossos sentidos, do que ouvimos, do que pensamos.
Fizemos meditação e oramos. Desejamos o bem para as pessoas e para nós mesmas.


Mas e o útero? Nós cuidamos dele?

Não tanto quanto deveríamos.

O útero nos torna coletoras das energias universais. Ele é bem mais que um órgão reprodutor (e bastaria somente essa função para ser de extrema importância para o mundo).
Ele é um captador, um vaso, um receptor de almas. De almas saudáveis ou em conflito...

Não recebemos somente o sêmen na relação sexual com um homem, recebemos toda a carga da energia masculina dentro de nós. E isso independe de o parceiro usar camisinha ou não. E o mais importante, apenas dormir com um homem, nos faz receptoras dessa energia.

Lembro-me de que assisti surpresa a uma entrevista com Dercy Gonçalves, e ela, com sua franqueza explícita, derramou sobre a entrevistadora (Luciana Gimenez), “a mulher tem que se cuidar, cuidar da sua vagina, do seu útero, com amor e respeito. Não pode sair “dando” por aí.”.
Pois é, a louca, irreverente, doida, Dercy Gonçalves sabia se cuidar.

Mas e como cuidamos de nosso divino útero?

Quando compreendermos a essência feminina, iremos percebendo o tesouro que temos dentro do ventre.

Sim, é fato que temos que aprender a viver num mundo voltado para o masculino.
Podemos sim ser ambiciosas, calculistas, duronas, ativas sexualmente e sociáveis, pois a energia masculina está dentro de nós num fabuloso equilíbrio do Yin(feminino) e Yang(masculino). Mas não podemos esquecer que o potencial feminino nunca irá se revelar por meio de um estilo de vida no qual a extroversão, velocidade, controle, lógica são as regras de sobrevivência.

A fonte do nosso poder está fundada nas profundezas de um silêncio infinito.
Precisamos aceitar que somos profundas, complexas, densas, intuitivas, oscilantes, e que isso não é sinal de fraqueza, muito pelo contrário, é sinal de Poder. Um poder absoluto, conciliador, gerador, vazio, lento, sereno.

Há homens que instintivamente sabem do poder do ventre de uma mulher. Sabem que quando precisam se renovar, nutrir, e que para isso não precisam do sexo propriamente dito, mas sim sabem que basta se aconchegarem no corpo de uma mulher para receberem a Energia Divina, e assim, se revigorarem.   

Carregamos esse legado, essa força interior destinada a nós pela Essência Universal.
Temos que ter essa consciência.

Nada nasce na luz. Tudo nasce do escuro.
A semente dentro da terra, a profundeza dos oceanos, a vida de um ser humano que surge dentro do escuro do útero.

Ainda falta um longo tempo até que o sistema patriarcal, no qual vivemos, comece a ser recolhido pela sua ineficiência. Mas durante esse tempo não devemos permitir que esse sistema interfira na nossa estrutura interna.

Como?

Todo o universo possui leis que ordenam todas as coisas.

O corpo de um mulher é um pequeno universo. Ele possui suas próprias leis. Cabe a nós não permitirmos nenhuma infração contra ele. Manter a ordem e disciplina desse universo gera a consciência da conservação, da autoestima elevada e do conhecimento do que somos feitas.

Aprendi que seguindo essas orientações internas, compreendo mais profundamente a inteireza do ser divino que somos.

Aqui algumas dicas:

  •  respeite nosso tempo interno, permitindo e acolhendo nossa introspecção, nossa subjetividade, nossa necessidade de silêncio.
  • não permita que nenhum profissional analise friamente (sem um acompanhamento terapêutico) nossos órgãos, principalmente os reprodutores (útero, ovários, trompas), e muito menos nossas emoções.
  •  tente não viver de modo superficial (baladas demais, “ficantes” demais, álcool demais, tudo demais).
  • aceite nossa profundidade, complexidade, oscilações.
  • acolha nossa sensualidade, insinuância, nossa poder nato de sedução sem achar que precisamos de um homem para isso.
  • receba com entusiasmo que somos mais poderosas do que pensamos.
  • escute-se mais. Contemple(-se) mais.
  • converse com o seu útero. 
  • aprenda a amar o silêncio.


É experienciando cada pedacinho do nosso ser feminino que despertaremos para o prazer e a alegria de sermos Mulher.

"Um coração alegre e risonho é a chave de um útero pleno e respeitado."


Beijos 






a difícil Arte de ver o fracasso como lição


Sentada num Café,  às 09h30, depois de tirar o último raio-x do pulmão, dentre os seis que tirei ao longo do meu tratamento, olhei para o mar e pensei, “quantas bênçãos”. Mas mesmo com todo o milagre, bênçãos e gratidão em minha vida, quero falar do fracasso.

Sim, dos fracassos.

Voltemos ao café.

Diante do pãozinho de queijo, comecei a folhear o livro “ O Sucesso está em Você”, de John C. Maxwell, e caí no capítulo do qual falava do Fracasso. Dei boas gargalhadas ao ler essas frases:

“As pessoas acham que o fracasso é evitável... NÃO É.” o autor

“Não importa quanto leite você derrama desde que não perca a vaca.” Ditado no Texas

“Se não se fizessem coisas tolas, nunca aconteceriam coisas inteligentes.” Tom Peters

E comecei a ver de outro ângulo meus fracassos. E melhor ainda, resolvi assumi-los.
Sim, fracassei. E assim aprendi a lição pela dor. Só dessa forma o Universo conseguiu minha atenção.
Sim,  estamos aqui para aprendermos lições. Se você não aprende as mais fáceis, elas ficarão mais difíceis... até você aprender.

Mas o que fazer agora, quando não há o que remendar, colar e consertar?
Há somente o aceitar, perdoar e seguir em frente.

Com o fracasso, aprendi que quando tentamos nos moldar pelo outro e moldar o outro, acontece o grande equívoco do ser humano. Somos seres únicos, possuidores da sabedoria universal dentro de cada um de nós. Não há um outro igual, e ao mesmo tempo Somos Um, conectados um ao outro.
Não se tem que moldar nada, nem o outro e muito menos a nós mesmos. Há que apenas amar e respeitar.

No entanto, sempre vem a parte que começamos a nos questionar se fizemos certo, se agimos corretamente, que poderíamos ter feito assim ou assado.
E a culpa entrelaça nossas mentes.

Para tudo!!!

Eu fiz o melhor que podia. Amei e me doei da maneira que eu acreditava ser inteira.
Publiquei meu livro da melhor maneira que eu pensava ser possível.
Larguei tudo para salvar minha vida.

Não há culpa. Somente aprendizado.

É simples e extremamente difícil de aceitar. Mas ninguém fracassa conscientemente. Todos nós agimos sempre pensando que estamos fazendo o melhor para nós e para o outro.
Então você percebe que não existe fracasso, existe sim aprendizado.

Sabe aquela frase simplista, “Quando não se aprende pelo Amor, se aprende pela dor.”

Ok, mas se aprende. Sempre existe escolha. Cabe a nós escolhermos.

Hoje acordei com o Fogo Divino queimando-me por dentro. Esse fogo que clareia tudo a sua volta e que destrói todo o lixo que entulhamos num canto escuro da alma.
Manter esse Fogo vivo é uma das tarefas mais difíceis, porque requer disciplina, ordem, conservação da nossa energia, da nossa essência – a Essência Divina.

Hoje acordei assim.

Depois de meses de oração, conexão com Deus/Deusa, Fonte Divina, Poder Supremo, seja lá o nome que damos ao que está dentro de cada um de nós,  eu despertei.

Essa Força Divina da qual somos em semelhança e essência, que nos desperta para a Verdade única e onisciente: estamos aqui somente para Amar.

“Amai ao outro como a ti mesmo.”

Ele nos deu esse presente. Nosso Irmão Maior, Jesus.

Não há Lei mais ampla, digna, perfeita, completa.

Para maior compreensão, poderia ter sido traduzido dessa forma:

 “Ame a si mesmo e irradie esse amor ao outro.”

Tantos livros, tantos textos, tantos workshops, tantas palestras... para tão simples sabedoria.

Fracasso?
Que nada.
Aprendi a lição.


Vou fazer de tudo para manter esse Fogo Divino dentro de mim.









Beijos de Fênix

Amor Pleno

Poucas situações me fazem sentar em frente de uma tela de televisão. Mas havia muito, muito, mas muito tempo mesmo que um filme não me tocava tanto.

“Amor Pleno”(título em português para o “To the Wonder”), do diretor Terrence Malick,  fez com que minha alma se abrisse a cada imagem indefectível e fascinante desse filme.
A história se  inicia com um  relacionamento entre um homem e uma mulher sob uma luz de uma profunda sensibilidade. Um filme silencioso que nos faz perceber o tempo em cada gota d’água. 

Mas vai muito além disso.

“Por quanto tempo você vai se esconder.  Deixe-me chegar até você. Não me deixe fingir”, declama a protagonista, a belíssima Olga Kurylenko.

O dia-a-dia de um Padre, interpretado pelo apaixonante Javier Bardem (“Amor nos tempo do cólera”), nos remete e nos faz pensar no verdadeiro Amor sublime, pleno (eles foram felizes na escolha do título em português).

“Despertem o Amor, a presença divina que dorme em cada homem, em cada mulher. Vocês dizem: Cristo disse isso, Cristo disse aquilo. Mas o que vocês dizem? O que vocês dizem vem de Deus em vocês?”, o sermão do Padre  numa magnífica orquestra com imagens e fotografia sensíveis quase ao toque, gera um despertar na protagonista no qual ela precisará fazer uma dolorida escolha. E com a plena consciência e discernimento, ela cria uma situação, que para os de fora parece impensado e fugaz, mas que para ela é a única maneira possível e encontrada de ela sair do “pântano” e viver a amplitude de sua alma.

“Nós temos receio de escolher. Jesus insiste na escolha. O que ele condena inteiramente é evitar a escolha. Escolher é comprometer-se. Comprometer-se é correr risco de fracassar, o risco de pecar, de trair. Mas Jesus pode lidar com todos eles. Ele nunca nos nega o perdão. O homem que comete um erro pode se arrepender ”, o Padre derrama em Sabedoria Divina.
“Respondam aquilo que vem de Deus em cada mulher, em cada homem. Conheçam uns aos outros nesse amor que nunca muda”.

E a mescla de atores com pessoas reais, fez o filme ganhar um crédito ainda maior; como o faxineiro da igreja, no qual em minutos marcantes derrama sua conexão divina.

“Posso sentir o calor da luz, irmão”, fala ao Padre enquanto coloca a mão sobre o vitral da igreja. “Sinto mais que a luz natural, sinto a luz espiritual”.
 Perfeito!

Fica aqui a dica para esse outono. Um filme que mais parece como um lago adormecido que nos faz diminuir automaticamente o ritmo do mundo externo. Diálogos que seguem num ritmo entorpecente, daqueles que traduzem nosso pensar, que nos leva a insigths, percepções e a compreender melhor nossos medos e sentimentos.
A cada fala, imagem em sonhos.


Acredito muito que o que precisamos ou o que estamos preparados para vivenciar vem até nós. E a divina inteligência operando em nossas vidas.

Um filme para ver, rever, pensar e anotar... e acreditar.

Um filme que nos conecta com o Amor Divino... de Deus, da Mãe Divina e de nosso Irmão Maior Jesus.

Esse Amor que nos liberta...

Meu filme favorito de 2014

















Beijos em l'amour divin